Exames e orientações médicas

A qualidade de um exame anatomo patológico depende de uma boa execução de três fases, pré-analí­tica, analí­tica e pós-analí­tica. A fase pré-analí­tica tem iní­cio antes da chegada do material ao Laboratório e a participação de todos os profissionais envolvidos é muito importante para que o diagnóstico final seja feito com maior rigor possível e possa proporcionar um tratamento adequado ao paciente.

Os métodos em uso são revistos anualmente, de acordo com recomendações internacionais do College of American Pathologistis (CAP). Amostras inadequadas dificultam ou impossibilitam um diagnóstico correto completo e preciso. Abaixo iremos descrever quais os procedimentos que devem ser observados para manter a boa qualidade das amostras.

Orientações cirúrgicas e solicitações de exames

Para fins diagnósticos é necessário adequado preenchimento da solicitação médica, tendo em vista que a informação clínica é fundamental para acurácia diagnóstica. Assim, alguns dados são imprescindíveis: nome do médico e o número do Conselho Regional, no pedido médico.

Orientações gerais de envio

O material enviado para realização de exame de Anatomia Patológica deve ser acondicionado conforme especificações, além disso, é necessário seguir criteriosamente os itens abaixo:

Para garantir a segurança dos dados contidos no laudo é importante identificar o recipiente que contem a amostra e a requisição com o nome, data de nascimento, endereço e telefone para contato, o nome do médico solicitante e a data da coleta, com as informações necessárias devidamente preenchidas poderemos fazer a diferenciação de pacientes com nomes iguais e gerar registros completos e inequívocos.

Os recipientes devem ser identificados com a topografia da lesão/órgão submetidos à análise ou em cada frasco ou saco enviados.

A informação clí­nica é muitas vezes fundamental para o diagnóstico. Informações relativas a idade e gênero do paciente, a topografia de lesão, o diagnóstico clí­nico pré e pós-operatório, descrição macroscópica da lesão, localização e tamanho observado no intra-operatório,problemas a esclarecer, exames e lesões prévias (especialmente lesões malignas),resultados de tratamentos ou exames complementares são extremamente úteis para um diagnóstico anatomopatológico preciso, no caso da realização de exame de imunohistoquimica deve vir acompanhado do pedido médico o laudo do exame anatomopatológico realizado anteriormente, caso não tenha sido realizado no SOLIM Laboratórios.

Manual de recebimento de amostras